Pequenas empresas têm grandes desafios pela frente. Afinal, mais até do que as grandes empresas, é preciso vender mais a partir de investimentos otimizados – e o Inbound Marketing é perfeito para isso.

Com custos reduzidos em até 63% quando comparados ao marketing tradicional, a estratégia de Inbound Marketing traz ainda a vantagem de oferecer soluções a partir de conteúdos que atendem o público certo, no momento certo. E isso traz mais oportunidades para vender.

E para ajudar você a entender como tirar o melhor do Inbound Marketing para pequenas e médias empresas, vale a pena conferir as dicas estratégicas que trouxemos abaixo. Confira!

Por que o Inbound Marketing é perfeito para qualquer negócio?

Mais do que uma tendência, o Inbound Marketing é uma estratégia real e eficaz para atender empresas de qualquer porte. Isso porque, atualmente, é impossível que qualquer empresa, seja de qual segmento ou porte, não tenha o mínimo de presença na internet.

Além disso, existe a necessidade de divulgar o próprio serviço ou produto – seja para a divulgação de um novo negócio, promoções sazonais ou marketing de oportunidade que tem como objetivo aumentar o reconhecimento da marca.

E para qualquer uma dessas e outras estratégias, é muito mais provável e fácil para um potencial cliente pesquisar sobre sua empresa nas páginas da internet.

Os próprios números da Resultados Digitais, uma das maiores empresas de automação de marketing do país dizem isso: 93% das decisões de compra começam a partir de simples pesquisas na internet. Além disso, a 80% dos consumidores preferem encontrar informações sobre um determinado produto em artigos do que em anúncios publicitários.

O Inbound Marketing tem como estratégia principal exatamente soluções de conteúdos que atendem as necessidades do público em diferentes fases de interesse, entregando informações relevantes quando essas são importantes.

Ou seja, é uma maneira nada intrusiva de sua marca gerar valor e experiências positivas e que pode gerar até 70% mais leads do que o marketing tradicional.

Quais as vantagens do Inbound Marketing para pequenas empresas?

Como dissemos no início, a necessidade de garantir estratégias mais assertivas é importantíssimo para pequenas empresas. Garantir o menor custo possível para atrair o público é fundamental até mesmo para a sobrevivência do negócio.

No Inbound Marketing, o principal esforço está na criação de conteúdos que interessem ao público. E para começar, basta ter um blog e começar a criar postagens em blogs. É claro que a estratégia é mais robusta e requer aplicações de soluções específicas, como a otimização com SEO, mas esse é um próximo passo.

A simples divulgação de conteúdos relevantes para o público pode tornar sua empresa uma autoridade no assunto. E isso atrai mais interessados, abre novas possibilidades de negócios e, principalmente, converte mais vendas.

Como aplicar o Inbound Marketing para Pequenas e Médias Empresas

A estratégia de Inbound Marketing leva em consideração um funil imaginário de vendas que tem como objetivo conduzir o público até a compra. Esse funil é preenchido com conteúdos que podem ser blogposts, vídeos, webinars, e-books e outros tipos quem são criados para antecipar possíveis dúvidas do público.

Esse funil de vendas é separado em 5 principais fases: atração, conversão, nutrição, vendas e análise. Vamos a cada um deles:

Atração 

É também chamado de “topo de funil”. Isso porque nessa fase a ideia é atrair a atenção do público com conteúdos que estejam de acordo com soluções práticas, sem necessariamente oferecer uma venda.

Se pensarmos em uma loja que vende tênis esportivos, os exemplos de conteúdo poderiam ser: “Qual o melhor tênis para correr na praia” ou “Como limpar os tênis depois de correr”.

Veja que não estamos necessariamente fazendo uma venda, mas priorizando o auxílio ao usuário que passará a enxergar valor em sua marca e irá priorizá-la ao sentir a necessidade de tirar outras dúvidas sobre assuntos relacionados ao negócio. 

Conversão 

Essa é a segunda etapa no funil de Inbound Marketing. A ideia passa a ser oferecer conteúdos mais específicos, chamados de materiais ricos, como e-books, whitepapers, webinars e outros.

Temas como “Como identificar qual a melhor marca de tênis para maratonas” ou “Como comparar modelos de tênis para correr na chuva” poderão funcionar muito bem para futuramente oferecer esse tipo de venda. 

Você poderá oferecer esses conteúdos por meio de landing pages, que são páginas criadas com formulários onde os usuários poderão deixar dados de contato, como e-mail e telefone. A partir do contato de e-mail, o usuário passe a receber continuamente novos conteúdos lançados por seu blog.

Nutrição 

A partir do momento em que o usuário aceita deixar seus dados de contato, ele vira um lead, ou seja, um potencial cliente para o seu negócio, ele receberá conteúdos continuamente em sua caixa de e-mail. A partir desse momento, esse usuário se aproximará cada vez mais da compra.

Vendas 

É quando o lead se mostra tão interessado, que já é possível abordá-lo confortavelmente sobre uma venda. Aqui, o time de vendas entra em ação para fechar negócio.

Análise 

Após o negócio ser fechado com o lead, é hora de analisar todos os passos para entender onde há possibilidade de otimizar ainda mais os processos, facilitando novos negócios com menos esforços.

É importante dizer que após todas as fases, existe ainda uma outra chamada de encantamento, onde o lead continuará recebendo conteúdos que o conduzirão novamente ao topo de funil para que uma nova venda seja realizada.

Por que vale a pena para PMEs investir em Inbound Marketing?

Pela excelente economia, maturidade nos resultados e aumenta o alcance da marca. Isso porque, ao investir em conteúdos valiosos que ajudem de fato o seu público, é possível que seus posts de blog continuem sendo divulgados organicamente entre os principais resultados nos mecanismos de buscas.

E isso, sem dúvidas, é um investimento muito mais interessante do que em mídias pagas, que têm prazo para finalizar.

Para começar, basta ter em mãos um blog, uma boa plataforma e tempo para criar conteúdos interessantes para as suas personas (clientes fictícios que reúnem as principais características dos seus clientes reais). 

Para amadurecer ainda mais sua estratégia de Inbound Marketing, será importante contar também com ferramentas de automação para  a nutrição de leads e otimização SEO — uma estratégia para facilitar que seus conteúdos estejam sempre entre os primeiros resultados dos mecanismos de pesquisas. 

E então, entendeu como usar a estratégia de Inbound Marketing para os negócios de sua pequena empresa e sair na frente da concorrência? Que tal aprofundar ainda mais seus conhecimentos sobre marketing digital? Aproveite para conferir o que é SEO e como aplicá-lo em sua estratégia